o que fazemos

DIÁLOGO INTERCULTURAL


Aprendizagem, gestão e planejamento a partir da própria experiência: Nos dedicamos a apoiar processos co-criados que busquem compreender, a partir da sistematização e análise das experiências de equipes, o contexto social, político e ambiental na qual os grupos estão inseridos e desejam intervir/se relacionar.

 

Atuando em realidades complexas: Acreditamos no trabalho colaborativo entre diferentes atores institucionais e sociais. Não entendo que isso aconteça em um fluxo linear. Pelo contrário. Vejo que o trabalho consiste na construção de ações que dialoguem com uma realidade múltipla, complexa, desenvolvidas na era caórdica: ao mesmo tempo no caos e na ordem.

_PROCESSOS FORMATIVOS


Formação de profissionais que atuam em contextos interculturais. As formações são construídas de acordo com cada caso e unem perspectivas teóricas e conceituais, leitura de contexto e metodologias para desenvolver programas e iniciativas que enxerguem a diversidade sociocultural como oportunidade, e não apenas como desafio.

FACILITAÇÃO DE GRUPOS


Apoio pontual ou contínuo a reuniões, seminários e atividades institucionais de qualquer formato e dimensão, além de condução dos seguintes processos:

  • Análise e compreensão de experiências: organização, análise e produção de síntese das experiências vividas pela instituição a partir da troca entre gestores, dirigentes e os componentes de uma equipe. A sistematização permite obter um importante subsídio para o planejamento de ações e para a preparação das devolutivas e prestação de contas para um financiador específico, para membros de Conselhos e para a sociedade como um todo.

 

  • Leitura de contexto: A partir das contribuições de atores externos, próximos ou distantes das instituições, a análise de contexto busca compreender os desafios e condições nas quais as instituições estão envolvidas. Este processo permite “aprender com o futuro”, com as novas formas de se trabalhar e de se transformar os contextos.

 

  • Planejamento estratégico: Discussão em torno de planos para uma instituição ou para grupos de parceiros. Pode ser conduzido a partir de processos pontuais de planejamento ou pelo desenvolvimento de um projeto de transformação institucional, visando à melhoria das relações internas e do fortalecimento institucional.

 

  • Formulação de estratégias de gestão de Políticas, Programas e Projetos que visem a transformação e melhoria da realidade das pessoas e comunidades, em especial para o fortalecimento de instituições africanas e latino-americanas.